---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Mais de 300 atendimentos de auriculoterapia realizados em 2019

Publicado em 13/08/2019 às 11:00 - Atualizado em 13/08/2019 às 11:03

Na busca por auxílio ao tratamento contra dores nas costas, crise de ansiedade e pressão alta, o médico que atende Alcinéia Sartor a encaminhou para a auriculoterapia. Realizando uma sessão por semana, há dois meses, ela diz já se sentir melhor. “Já melhorei bastante. Me surpreendi com os resultados”, destaca.

O tratamento feito por Alcinéia é na Unidade de Saúde Central de Morro da Fumaça, totalmente gratuito. “Facilita muito ter aqui. Se tivesse que pagar, eu dificilmente faria”, completa.

Técnica milenar, a auriculoterapia faz parte da acupuntura e vem da medicina tradicional chinesa e tem o objetivo de tratar disfunções físicas, emocionais e mentais por meio de estímulos em pontos específicos do pavilhão auricular. Em Morro da Fumaça, duas profissionais prestam o atendimento na Rede Municipal de Saúde, sendo uma na Unidade de Saúde Central e outra no distrito de Estação Cocal. Somente em 2019, foram prestados 336 atendimentos. A Fisioterapeuta com especialização em Acupuntura, que atende em torno de 12 pacientes por semana, Juliana Martignago Dagostin, enfatiza que a auriculoterapia é um tratamento auxiliar. “O paciente não pode deixar de realizar os outros tratamentos. Em muitos casos a auriculoterapia funciona de tal forma que ajuda a eliminar algum medicamento”, enfatiza.

Arveir Machado Scremin passou a frequentar as sessões há três semanas. Com fibromialgia, ela é outra que comemora os resultados obtidos. “Já sinto a melhora. Nunca tinha feito e estou surpresa com os resultados”, ressalta.

Em Estação Cocal, o trabalho é realizado pela fisioterapeuta Juliana Cardoso Rodrigues, capacitada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina, por meio do programa das Práticas Integrativas e Complementares (PICS). “Nos pacientes atendidos em Estação Cocal, a auriculoterapia vêm trazendo resultados importantes no alívio de diferentes dores corporais, harmonia em determinados estados emocionais e equilíbrio em específicos casos da saúde mental”, comenta Juliana, acrescentando que a técnica não tem contraindicações. “Gestantes, crianças e idosos podem aplicá-la com segurança por se tratar de um método não invasivo e com pouquíssimos efeitos colaterais”, explica.

Os atendimentos de auticuloterapia acontecem sempre às quintas-feiras, sendo de manhã no centro da cidade e à tarde em Estação Cocal.

Série de atendimentos

A auriculoterapia está entre os vários atendimentos diferenciados oferecidos pela Rede Municipal de Saúde. São muitas as especialidades, que incluem ainda a acupuntura, hidroterapia, equoterapia, entre outras. “Há um grande leque de especialidades disponibilizadas aos fumacenses, o que faz de Morro da Fumaça uma das cidades da região que mais oferece atendimentos diferenciados. Isso é reflexo da nossa preocupação com a saúde da comunidade e do investimento constante em saúde”, fala o secretário do Sistema de Saúde, Robson Francisconi.

Além dos 336 atendimentos em auriculoterapia, de janeiro a julho de 2019, foram prestados 314 de hidroterapia, 93 de equoterapia e 295 de acupuntura.